12 de maio de 2005

sequer um par pra dividir!

Por isso deixo aqui meu endereço
Se você me procurar, eu apareço
Se você me encontrar, te reconheço!

Pode parecer conversa ...mas apaguei o telefone do moço do meu celular. Todos os vestígios, das chamadas ligadas e recebidas. Tinha lágrima que nem saía do meu olho, um pouco com raiva de não saber lidar com situações de incerteza. É isso, nada mais aconteceu! Nada de errado aconteceu! É só eu que não sei lidar com a incerteza do passar do tempo. E já estou ficando monotemática!

Só sei que o mundo vai de lá pra cá
Andando pó ali, por acolá
Querendo ver o sol que não chega
Querendo ter alguém que não vem

Não vem.... Há 15 dias atrás, combinamos de sair e esperei 4 horas por ele. Não vem...mas acabou vindo. Bêbado, feliz, foi ótimo! E me disse que era embananado, eternamente atrasado, confuso, enrolado! Acreditei e desanimei! Cada um pode com a força que tem!