27 de agosto de 2008

Frases da semana

segunda-feira

“Tem 4 mm e meio e o coração já bate”

Com um salve para o bebê que chega em seis meses!

terça-feira

“Vou voltar pra casa do meu pai!”

Um salve para o espírito elevado dos meus alunos, tirando um sarrinho básico do retorno do Pedro pra terrinha em 1831.

quarta-feira

“Hum, quanto amendoim você comprou. Vamos comprar uma cervejinha pra acompanhar?”

Um salve para os almoços de quarta regados a cerveja

24 de agosto de 2008

Dialogos poéticos

Minha amiga poeta e professora me achou chorando no msn este hoje domingo sem sol. Me pediu que lesse seu blog e no seu blog achei a poesia que traduz a pergunta: se esta por aqui, ainda nas minhas entranhas, onde estao as fucking cotovias que irao te avisar pra me ligar?

Não tente me devorar numa só talagada,

Eu não curo a fissura em dose única,


Que toquem todos os celulares

Quando pensares que ainda estou

Nos arredores das tuas inquietações,


Que um bando de pássaros alados

Sobrevoem tua cabeça quando encontrares

Os anjos gêmeos separados ao nascer,


E que a cotovia venha te dizer

O momento exato em que deixaste

Teus rastros em minhas entranhas,

-Artimanhas?

13 de agosto de 2008

Para um marinheiro

Da pra ouvir aqui

Quando ele passa, o marujo português
Nao anda, passa a bailar, como ao sabor das marés
E quando se jinga, põe tal jeito, faz tal proa
Só para que se nao distinga
Se é corpo humano ou canoa

Chega a Lisboa, salta do barco num salto
Vai parar à Madragoa ou entao ao Bairro Alto
Entra em Alfama e faz de Alfama o convés
Ha sempre um Vasco da Gama num marujo portugués

Quando ele passa com seu alcache vistoso
Traz sempre pedras de sal, no olhar malicioso
Põe com malicia a sua boina maruja
Mas se inventa uma caricia, nao ha mulher que lhe fuja

Uma madeixa de cabelo descomposta
Pode até ser a fateixa de que uma varina gosta
Quando ele passa, o marujo portugues
Passa o mar numa ameaca de carinhosas marés

Quando ele passa, o marujo portugues
Passa o mar numa ameaca de carinhosas marés

3 de agosto de 2008

eu liquefaço, tu liquefazes, ele (me ) liquefaz

liquefazer
[Do lat. liquefacere.]

1.Tornar líquido
2.
Fundir; derreter.

3.Reduzir-se ao estado líquido; liquescer
4.Fundir-se, derreter-se.