14 de junho de 2008

Nas minhas curvas esquinas
Vivem desejos que fogem das mãos
Fazendo o coração, corar de vez

O lugar onde você deve chegar
O endereço onde você vai ficar
A minha avenida você vai andar
E agora eu já sou o seu lugar

Dentro de mim
Vc vai morar

O perfume agora é quem vai mandar
O caminho é certo e não tem como errar
Vou enladeirar as guias desse seu lugar
Você não vai se perder
Eu vou lhe achar

Enladeirada, Thalma de Freitas

12 de junho de 2008





hoje acordei com dor no lado esquerdo no peito

não sei se é por causa do dia dos namorados

ou porque meu coração é corinthiano

8 de junho de 2008

Eu gosto desta cidade

Vista quase aérea da Praça da República

Vista alienígena da ponte Eusébio

Conchinchina


Existe um lugar onde se pode fumar ópio deitadinha, em meio a fumaça e ao calor de uma noite em boa companhia.

2 de junho de 2008

Todo mundo, menos algumas pessoas

Escrito assim parece uma legenda de foto da criança mais legal que conheço.

E não é que ela tem razão?