29 de dezembro de 2007

Para onde vao as luvas perdidas?

Paris e a cidade das luvas perdidas. Hoje eu ouvi isso, e ja tinha reparado nas minhas andancas.

Ao lado de uma moto, caida no meio da calcada, na soleira da janela ou na sarjeta. Sempre uma, solitaria luva que perdeu sua companheira metade.

E uma porcao de luvas vagam, como nas historias de cinderela, atras das maos que um dia elas esquentaram, ou de outra mao que nelas sirvam.

Agorinha mesmo, voltando pra casa, eu vi o que acontece com elas.

As vezes, em noites de inverno como estas, uma luva se encontra com outra, elas entrelacam os dedos e se aquecem, como dois enamorados...