6 de janeiro de 2005

Patas arriba

Estou a pouco mais de 24 horas em itu, não me sinto bem. Liguei pra minhas amigas meio dormentes, não passou...

Amanhã, ou hoje, já volto pra Sampa...mas deu pra sentir o clima que estarei aqui, por dois meses parada! Só entendi há algumas horas atrás, quando fui ao banheiro e descobri um bezouro desesperadamente de pernas pro ar. Se debatendo, desesperad0 tentado se mexer e voltar a andar.

Que medo que me deu aquilo! Um medo absurso ao perceber a metáfora perfeita...

De certo não preciso de mais nada que me deixe de patas para arriba, mas sim que funcione como o inverso pra me desvirar.